Postagem em destaque

TORRENTe! +links

Oi gente! Passando pra informar sobre os links do site... LINKS PARA OS DISCOS NOS COMENTÁRIOS DESSE POST Depois de muitas tentativas de ...

1971 - Caetano Veloso (A little more blue)


01. A Little More Blue
(Caetano Veloso)

02. London, London
(Caetano Veloso)

03. Maria Bethânia
(Caetano Veloso)

04. If You Hold a Stone
(Caetano Veloso)

05. Shoot Me Dead
(Caetano Veloso)

06. In the Hot Sun of a Christmas Day
(Gilberto Gil, Caetano Veloso)

07. Asa Branca
(Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)

Comentários:
"Esse é deprimidérrimo. É o primeiro do exílio em Londres. Eu estou horrível na foto da capa. Tinha até barba e eu não suporto barba. Nunca consegui gostar de London, London. Gosto só de um verso: "green grass, blues eyes, gray ski, God bless." A música deveria ser London e ter só este verso. Outro dia fui convidado para jantar com os principes ingleses e me botaram à mesa do lado da princesa Diana. Ela riu quando eu disse que tive a coragem de fazer uma canção em inglês que se chama London, London. Essa situação de pensar naquilo me deu uma tristeza enorme. Voltei daquele jantar bem triste. Me senti entre os humilhados da Terra. Em Londres eu me sentia pior do que isso. Não por Londres. Por ter sido preso e expulso do país. A canção Maria Bethânia tem um refrão legal, quando digo Beta, Beta... Mas não tenho facilidade de me aproximar deste disco. Agora é histórico. É o primeiro disco em que toco violão. Os ingleses me liberaram para o violão. Achavam lindo o meu jeito de tocar e os brasileiros achavam horrível. Se eu não tivesse sido preso e exilado, talvez nunca tocasse violão num disco."
Depoimento à Marcia Cezimbra - Jornal do Brasil - 16/05/91
Primeiro disco que fiz em Londres. Tem coisas muito interessantes, como a gravação de "Asa Branca", de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, que também rendeu muitos comentários por aqui. Quando o disco saiu, era a gravação que eu mais gostava. Tem "London, London", tem a faixa "Maria Bethânia", que também acho muito bonita, com arranjos lindos, onde faço improvisações acompanhado por um quarteto de cordas excelente, sugerido pelo produtor e que havia participado das gravações de "Eleanor Rigby", dos Beatles.
Na edição que saiu aqui, pela Polygram, tem mutilações em duas faixas, "A little more blue" e "Maria Bethânia". Foram cortadas pela censura, grosseiramente. Tiraram trechos inteiros, porque os censores aqui ouviram expressões que eu não disse. Quando falo em Liberta Lamark, que era uma atriz argentina, eles pensam que eu estava pedindo "liberdade para Lamarca".
 Depoimento a Charles Gavin e Luís Pimentel - Livro "Tantas canções", 2002

Opinião da casa:
A foto da capa entrega todo conteúdo: o rosto triste, depressivo, a barba grande, o frio londrino, a saudade e a distância. Caetano muito deprimido, ainda remoendo detalhes do momento de sua prisão, "In the Hot Sun of a Christmas Day", na extensa e saudadosa "Asa branca" com os grunhidos entre as letras. 
Particularmente, sempre detestei "London, London" em qualquer versão (com Gal em "Le-Gal", de 1971 ou RPM, no "Rádio Pirata Ao Vivo", de 1986). Mas "Maria Bethânia" é uma das mais bonitas de Caetano e "A little more blue" uma das mais tristes. Acho bonito a letra de "If you hold a stone" quase imersa dentro da melodia de "Marinheiro só", com os versos inspirados na obra de Lygia Clark , "Pedra e Ar" (1966).

3 comentários:

Anônimo disse...

Augusto Flávio (Juazeiro-Ba)

Valeu! muito obrigado.

Abs

Zanelli disse...

valeu! otimo trabalho!

Caio Ferrer disse...

Sobre Shoot Me Dead, tenho visto em todos os lugares, inclusive no site oficial de Caetano, que em um dos versos é escrito "You're eyes try to detect what". Você teria como me informar se no encarte original do disco consta este verso escrito dessa forma? Porque o mais óbvio seria "Your" no lugar de "You're", ainda mais que no verso que dialoga com esse ele diz "My eyes".