Postagem em destaque

TORRENTe! +links

Oi gente! Passando pra informar sobre os links do site... LINKS PARA OS DISCOS NOS COMENTÁRIOS DESSE POST Depois de muitas tentativas de ...

1978 - Muito (dentro da estrela azulada)


1. Terra
(Caetano Veloso)

2. Tempo De Estio
(Caetano Veloso)

3. Muito Romântico
(Caetano Veloso)

4. Quem Cochicha O Rabo Espicha
(Jorge Ben)

5. Eu Sei Que Vou Te Amar
(Vinícius de Moraes, Tom Jobim)

6. Muito
(Caetano Veloso)

7. Sampa
(Caetano Veloso)

8. Love Love Love
(Caetano Veloso)

9. Cá-Já
(Caetano Veloso)

10. São João, Xangô Menino
(Caetano Veloso, Gilberto Gil)

11. Eu Te Amo
(Caetano Veloso)

Versão Remixada
(melhor áudio/contém takes diferentes)
Comentários:
Foi o disco mais pichado pela crítica, o maior fracasso de vendas. E tem Terra e Sampa. Se existe essa fama de que eu brigo muito com a crítica, ela surgiu em Muito. Eu fiquei irado. Fazia nos shows comícios contra a crítica. Nem queria citar o nome dessas pessoas que não tem nada. Uma mistura de Sílvio Lancelotti com Maria Helena Dutra e mais aquele Geraldo Mayrink, que torciam para a pasteurização de Los Angeles, sentiram-se agredidos. O Geraldo Mayrink foi tão idiota, que escolheu dois versos pra provar que minha capacidade poética tinha se esgotado, um de São João Xangô Menino, que era uma citação de Luiz Gonzaga, outro de Eu Te Amo, que era de Ary Barroso. O disco não vendeu nada, uns 30.000, numa época que Bethânia vendia 700.000 e Chico, 500.000. O rádio nunca tocou e a PolyGram é cúmplice disso. Uma canção como Terra nunca tocar no rádio? Os programadores de rádio são burros, reacionários e só servem ao que há de mais medíocre. Gente colonizada, pequena, merece ser humilhada. O brasileiro é merecedor dessa humilhação. Jamais perdoei. Diziam que a canção era longa, de sete minutos, e eu estou por aqui de ouvir uma porcaria de dez minutos do Dire Straits. O povo canta Terra. Eu ouvi no show da Praia de Botafogo 50.000 pessoas cantanto a letra toda de Terra. É isto que me interessa. Se tem alguma coisa que vale no meu trabalho é por causa disso. Se não vendeu, o Brasil não presta. Se fico assim agora, imagine na época.
Depoimento à Marcia Cezimbra - Jornal do Brasil - 16/05/91
Opinião da casa: 

Disco de hits e o primeiro com a Outra Banda da Terra. Na época foi pichado à beça, mas é um clássico. Embora eu goste mais dessas canções em gravações posteriores de Caetano, elas estão aqui em boas versões e com arranjos competentes. "Tempo de estio" ficou ótima, carioquíssima; "Muito romântico" (gravada por Roberto Carlos um ano antes) não é das minhas preferidas, mas a letra é muito boa. 

"Muito" está entre minhas 5 músicas favoritas de Caetano, com aquele bolerinho no final, genial. "Love, love, love" não fica muito atrás, assim como a ecológica "Cá-já". A versão de "Eu te amo" ao piano também vale a atenção.

5 comentários:

Eliel disse...

Fracasso de vendas com direito a discurso revoltado do Caê?! Esse eu tenho que ouvir!

Anônimo disse...

Maria Helena Dutra e Geraldo Mayrink já morreram de câncer, Sílvio Lancellotti que se cuide...

Anônimo disse...

esse geraldo mayrink é um cara burro

Ricardo Becker Maçaneiro disse...

Quase caí da cadeira quando li que esse disco foi um fracasso, pois é o meu preferido do Caetano...

Unknown disse...

Disco maravilhoso, tal qual esse gênio brilhante de Caetano! O bom de certos críticos (aqueles que não são competentes para este trabalho tão importante) é que o que produzem logo, logo se transforma em material reciclável para limpeza nos canis!