Postagem em destaque

TORRENTe! +links

Oi gente! Passando pra informar sobre os links do site... LINKS PARA OS DISCOS NOS COMENTÁRIOS DESSE POST Depois de muitas tentativas de ...

1986 - Caetano Veloso (Trilhos Urbanos)



1 Trilhos urbanos
(Caetano Veloso)

2 O homem velho
(Caetano Veloso)

3 Luz do sol
(Caetano Veloso)

4 Cá-já
(Caetano Veloso)

5 Dindi (Tom Jobim, Aloysio de Oliveira)
Eu sei que vou te amar (Tom Jobim-Vinicius de Moraes)

6 Nega maluca(Fernando Lobo, Evaldo Ruy)/
Billie Jean (Michael Jackson)/
Eleanor Rigby (Lennon-McCartney)

7 O leãozinho
(Caetano Veloso)

8 Coração vagabundo
(Caetano Veloso)

9 Pulsar
(Augusto de Campos, Caetano Veloso)

10 Get out of town
(Cole Porter)

11 Saudosismo
(Caetano Veloso)

12 Odara
(Caetano Veloso)

13 Terra
(Caetano Veloso)

Comentários: 
 (...) A voz não estava (não podia estar) descansada e o canto não está relaxado e concentrado o suficiente. Mas, comparado com ‘Totalmente Demais’, é um luxo de simplicidade. Tem um Cole Porter e um Michael Jackson. O Cole tem beleza até no canto. E o Jackson, embora esbanje suíngue da concepção ao fraseado (com o hiperluxuosíssimo auxílio do tamborim de Marçal), contém um erro de letra que me incomoda. Um trecho da canção ficou faltando no encarte do disco de Michael e nem Maurice Hughs (inglês), nem Arto Lindsay (americano) conseguiram decifrar o que ele dizia pela audição do disco. Acho que era "she said my baby we danced till three" e nós tínhamos chegado a "she said my baby, best of three", e assim eu gravei. Mas tem as maravilhosas frases de Toni Costa que homenageia Perinho Albuquerque (ouçam minha velha gravação de Eleanor Rigby). ‘Cá Já’ é uma jóia instrumental com um canto que não atrapalha. ‘Terra’ rivaliza com a linda gravação original, às vezes com grande vantagem. Enfim, tudo é de uma delicadeza e riqueza de nuances que eu me orgulho de poder lançar este disco agora no Brasil. Como novo. É novo. ‘O Pulsar’ está lá dizendo que há de voltar muitas vezes. E ‘Odara’, que não ia entrar, aparece até pelo avesso. E ‘Saudosismo’, de que eu nem me lembrava (acho que foi um pedido de Marcelo), é uma perfeita tradução de alguma coisa que não sei bem o que é, mas que tem a ver com este disco ser um permanente rondar o mundo de João Gilberto, e um permanente fugir-lhe, não por defesa de alguma coisa minha própria, mas por respeito redobrado pela própria coisa dele que é preciso cuidar para que não seja substituído por versões facilitadas e açucaradas (vejo em mim o risco de ser puxado para isso). Como existe João, e para que não se esqueça isso, este é um disco de rock and roll. Sem aspas.
Caetano Veloso - Correio da Bahia - 22/10/90
  Este foi lançado em 1986 nos Estados Unidos, todo acústico. Tem um repertório parecido com de Totalmente Demais, sem os defeitos, porque foi gravado num estúdio maravilhoso de Nova Iorque.
Depoimento à Marcia Cezimbra - Jornal do Brasil - 16/05/91
Opinião da casa:

Lançado apenas em 1990 aqui no Brasil, é uma espécie de primo rico de "Totalmente demais" e um dos meus top 5 preferidos de Caetano. É simples mas explora muito bem as harmonias. Ele tá cantando muito bem, as percussões são discretas e pontuais. É muito classudo em seu minimalismo.
Apesar de ser basicamente um disco de regravações, a maioria se encontra versão muito relevante aqui, na simplicidade. É o caso de "O homem velho", "Trilhos Urbanos", "Cá-já", "O leãozinho", "Eu sei que vou te amar" e até mesmo "Odara" que ficou linda apenas com violão. 
Merece muito mais atenção do que recebeu.

5 comentários:

cássio lucas disse...

este link e o do totalmente demais não funcionam mais :(

Anônimo disse...

cade link?

Paulo Vargas disse...

Muito bom, gostei do trabalho de Charles Gavin em 2002 e do dvd-audio lançado no box, com sonoridade e frequência superior, coisa comum no exterior com artistas americanos ou europeus! E este de 86, era conhecido como Acústico quando lançado, boa tarde!

Unknown disse...

Uma deliciosa viagem no universo intimista da bossa nova, envolta na inevitável aura mítica e mística que só Caetano pode nos oferecer..tudo com doses generosas de ousadia ,harmonia intensidade e muita poesia...

Caio Ferrer disse...

Esse disco só tem uma falha gravíssima: Caetano suprime uma estrofe de Terra, a que começa por "Eu estou apaixonado por uma menina terra", diminuindo assim em pelo menos um minuto dessa maravilha que contem toda a beleza do mundo, ou da Terra.