Postagem em destaque

TORRENTe! +links

Oi gente! Passando pra informar sobre os links do site... LINKS PARA OS DISCOS NOS COMENTÁRIOS DESSE POST Depois de muitas tentativas de ...

1979 - Cinema Transcendental


1. Lua de São Jorge
(Caetano Veloso)

2. Oração ao Tempo
(Caetano Veloso)

3. Beleza Pura
(Caetano Veloso)

4. Menino Do Rio
(Caetano Veloso)

5. Vampiro
(Jorge Mautner)

6. Elegia
(Augusto de Campos, Péricles R. Cavalcanti)

7. Trilhos urbanos
(Caetano Veloso)

8. Louco por você
(Caetano Veloso)

9. Cajuína
(Caetano Veloso)

10. Aracaju
(Caetano Veloso, Tomás Improta, Vinicius Cantuária)

11. Badauê
(Môa do Catendê)

12. Os meninos dançam
(Caetano Veloso)

Comentários:
O show fez muito sucesso e já havia um culto ao próprio show com A Outra Banda da Terra. Tem Cajuína, que é linda. As pessoas gostam muito desse disco. Houve uma virada nas vendas. Aí eu comecei a vender grande. Eu gosto mais de Uns, de Caetano, de Transa, e de Jóia.
Depoimento à Marcia Cezimbra - Jornal do Brasil - 16/05/91
É um trabalho com A Outra Banda da Terra, todo produzido por mim, na contramão das lantejoulas de Los Angeles. Adoro a canção Outras Palavras. Gosto dessa fase. Era um tempo alegre. Tem Beleza Pura, inspirada num refrão do Eleomar - "viola, alforria, amor, dinheiro não". É como os pretos da Bahia, tem tudo, dinheiro não. Hoje está na moda. É anti-yuppie, chega a ser óbvia.
Depoimento à Marcia Cezimbra - Jornal do Brasil - 16/05/91
Opinião da casa: 
Um dos grandes discos do Caetano. As pessoas adoram. Não é pra menos, também, aqui tem muita coisa excelente e é um disco consciso, cool. Começa com "Lua de São Jorge", lindíssima. Depois vem "Oração ao tempo" que resolveu ser hit nesse começo de século (com regravações de Djavan em "Ária" de 2008; Rita Ribeiro em "Tecnomacumba a tempo e ao vivo", 2010 e Maria Gadú em "Mais uma página", 2011) e "Menino do Rio" (imortalizada com Baby Consuelo em "Pra enlouquecer", 1979 e por João Gilberto, "João Gilberto Prado Pereira de Oliveira ", 1980). 
Mas há também os lados-b fantásticos: "Vampiro", Elegia" (!!!) e "Badauê" são excepcionais. Minha escolha pessoal, outra top 5 de toda carreira de Caetano, é "Louco por você" com sua jam session inspirada e extensa.
"Cajuína" é marcante também, feita quando Caetano visitou o pai do poeta Torquato Neto e também uma campeã de regravações (de Elba Ramalho em "Elba", 1981 a Cibelle em "The shine of dried eletric leaves", 2006). E por fim,  "Os meninos dançam", que fala sobre todo o ambiente dos Novos Baianos, citando "um por um". Clássico!

3 comentários:

ADEMAR AMANCIO disse...

Adoro,e assim como o Caetano deu a versão definitiva pra "Oração ao tempo" e "Cajuína",a Baby do Brasil nasceu pra cantar "Menino do rio".

Anônimo disse...

cadê o link?

Anônimo disse...

cadê o link?